""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Vony Ferreira diz

"PERDER-TE"... Pode eclipsar-se a luz de todas as estrelas, Os impudicos segredos que iluminam o nosso céu. Remendar o pensamento e as audazes certezas, Rasgar-te de mim como se me fugisses! Podem as gaivotas perpetuar o meu sono, Explodir o mar em orgasmos de espuma. Mergulhar na displicência deste amor, Como se outros braços me sugassem a vida! Sem ti… Podem as cascatas beijarem-me os olhos. Sugerirem-me sorrisos as palmeiras gigantes. Explodir nos canteiros as mais belas rosas. Exalando através do vento o teu perfume! Podem morrer todas as andorinhas, Os rios, os mares, as rubras papoilas. Podem amortalhar todas as baleias, Amordaçar o cântico de todas as cigarras! Sem ti… Nada do que amo poderá ter sentido! Renunciarei feliz à minha doce essência... Serei talvez… o reflexo da demência, Sempre que vibrar num orgasmo gelado! Sem ti… Despeço-me de mim… E mesmo assim… Ficarei em ti! Vóny Ferreira

3 comentários:

VÓNY FERREIRA disse...

Olá... amiga!
Como esse poema ainda é um filho meio prematuro, resolvi mudar-lhe o nome.
Em vez de ser Sem ti, chama-se "Perder-te,".
- Valeu amiga?
Desculpa, resolvi mudar-lhe o nome por não me suar muito bem o primeiro.
Uma vez mais fico-te imensamente grata por gostares e viveres as minhas emoções.
Beijos de luz no teu coração,
Vóny Ferreira

Jota disse...

Esta tua amiga escreve mesmo muito bem
Os meus parabens minha senhora, com todo o respeito lhe envio um abraço.
Jota

Maysha disse...

Claro que sim, minha querida Vony vou rectificar.
Não me agradeças, sabes que adoro tudo que escreves e que te admiro muito.
Um beijo carinhoso para ti, boa noite.