""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Atitude

Minha esperança perdeu seu nome... Fechei meu sonho, para chamá-la. A tristeza transfigurou-me como o luar que entra numa sala. O último passo do destino parará sem forma funesta, e a noite oscilará como um dourado sino derramando flores de festa .Meus olhos estarão sobre espelhos, pensando nos caminhos que existem dentro das coisas transparentes. E um campo de estrelas irá brotando atrás das lembranças ardentes. (Cecilia Meireles)

1 comentário:

Novo Olhar disse...

".Meus olhos estarão sobre espelhos, pensando
nos caminhos que existem dentro das coisas transparentes"

É assim que me sinto nestes caminhos que existem dentro de mim, que tento revelar a mim própria. Mas o reflexo de mim esconde-se por detrás dos espelhos e deixam-me assim...em dias que o sol não brilha para mim.

Isabel gostei muito deste poema que aqui colocaste. Revemo-nos, sentimo-nos através do sentir de alguém.

Obrigado pelo carinho no meu blog
Dolores