""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King
Em todos os jardins hei-de florir, Em todos beberei a lua cheia, Quando enfim no meu fim eu possuir Todas as praias onde o mar ondeia. Um dia serei eu o mar e a areia, A tudo quanto existe me hei-de unir, E o meu sangue arrasta em cada veia Esse abraço que um dia se há-de abrir. Então receberei no meu desejo Todo o fogo que habita na floresta Conhecido por mim como num beijo. Então serei o ritmo das paisagens, A secreta abundância dessa festa Que eu via prometida nas imagens (Sophia Mello Breyner)

8 comentários:

Xana disse...

Sophia Mello Breyner, tem coisas muito bonitas e livros infantis e juvenis muito interesantes para quem inicia a leitura.
beijos :)

Mara disse...

Adoro a poesia da Sophia e felicito-te pela escolha.
Td bem?
Beijos e abraços
Mara

Xana disse...

Um mimo para ti no meu blog , vai buscar ele :)
Beijo

luar de agosto disse...

Obg pelo coment e por estares presente na minha vida.
Conservo o livro que me ofereceste desta escritora.
Adoro-te Amiga
Bjs de luar

luar de agosto disse...

Despistada como sempre, até me esqueci que tenho um blog.
E tempo para lhe dedicar? decididamente não tenho.
Talvez nas ferias do carnaval, quem sabe...
Beijo

Moon disse...

Ola Mayshay passei só para te dizer que ainda estou por aqui, embora sem vontade de nada.
Obrigado pela força.
Beijos de amizade
Moon

M.Santos disse...

Ola minha amiga há algum tempo que aqui não vinha, continuas com belas escolhas.
Beijos
Marco

Papoila Sonhadora disse...

Lindo, como tudo em Sophia. Deslumbrante a imagem.
Obgada plos carinhos,
bj
Sandra Ferreira,