""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Os viajantes e o urso

Um dia dois viajantes deram de caras com um urso. O primeiro salvou-se escalando uma árvore, mas o outro, sabendo que não ia conseguir vencer sozinho o urso, deitou-se no chão e fingiu-se de morto. O urso aproximou-se dele e começou a cheirar a sua orelha, mas, convencido de que estava morto, foi-se embora. O amigo começou a descer da árvore e perguntou: _O que o urso estava cochichando no teu ouvido? _Ora, ele só me disse para pensar duas vezes antes de sair por aí viajando com gente que abandona os amigos na hora do perigo.
.
Moral da história: .
A desgraça põe à prova a sinceridade e a amizade
.
(Esopo)

13 comentários:

Andradarte disse...

Desculpem lá, mas eu também fugia.
Será que estou errado???hihihi
Beijo

*Lisa_B* disse...

Querida Isa,
pois é...complicado quando só no momento dificil vemos se a pessoa é amiga ou conhecida apenas.
Os bravos ficam os outros é ver quem foge mais depressa, depois alguns ainda entam voltar quando tudo passou ou seja a "zona ou fase de perigo"
Mas o andradarte teve piada rsss.
Beijinhos com carinho

Mara disse...

Isa querida, tu sabes bem como sou tua amiga, já rimos e choramos juntas...mas um urso amiga!!
Claro que serei a primeira a fugir e tu segue-me o exemplo!!!
Nem penses que vou ficar a ver quem o urso apanha primeiro, pernas para que te quero...
Beijo
Mara

*Lisa_B* disse...

Obrigada minha querida amiga,
todos os que participam e não ficam indiferentes como é o teu caso têm um coração maravilhoso, eu sou apenas mais um entre tantos...espero.
Também não preciso dizer mais nada quanto à pessoa que és :-)
Beijinhos e obrigada amiga.

Adolfo Payés disse...

Un gusto siempre leerte..

Un beso

Un abrazo
Saludos fraternos..

Bloguinho da Zizi disse...

Amigos, amigos
Urso à parte...
o máximo que posso fazer é pegar na mão do amigo e correr....,muitoooo.
beijinho

Anónimo disse...

ADoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. tenho saudades.infelizmente ainda ha mts amigos assim, mas o importante é q existem os q nao o sao como é o seu caso.bjs grandes joana

Moon disse...

Ai minha doce Isapeçp muita desculpa, mas vou seguir o exemplo da nossa amiga Mara e do amigo Andrade...aliás acho que vou ser a primeira a fugir. Amigos amigos, urso à parte.

É óbvio que estamos todos a brincar, só para fazer rir a minha amiga que anda tão tristonha. Este texto é profunda e dá-nos uma boa lição de amizade.

Mas voltando à conversa, que eu fugia, não duvides. Só que não trepava à arvore, já não tenho agilidade para isso, mas na hora do perigo quem sabe, talvez arranjasse energia.

Beijos, quero ver um sorrisinho
Moon

Sonia Schmorantz disse...

Bem que dizem que há muitos amigos ursos por aí, rssss
beijão menina

Argos disse...

O primeiro impulso é para fugir, mas os verdadeiros amigos merecem mais do que um impulso!

Abraço grande

Anónimo disse...

A moral da história faz-nos reflectir sobre o conceito de amizade. È em momentos complicados que os amigos se revelam.

Mara e Moon, minhas estimadas e consideradas amigas, que vergonha, deixavam a Isa para tras e ainda querem que ela sorria? como podem dizer tal coisa? Mas...pensando bem...Isa penso que fazia o mesmo LOL
Beijocas da Lori

Anónimo disse...

hehehe ainda voltei, já me fartei de rir, belas amigas que arranjaste Isa querida, Olha fofinha quem tem amigas assim não precisa de inimigos. Mas que eu fugia, não duvides.
Pronto, tambem te dava a mão não fiques triste, davamos-te todos a mão para fugirmos e entretanto o bom do urso chamava a familia toda e tinha um belo banquete hehehe
Jocas saborosas (diz o senhor Urso)
Lori

Anónimo disse...

Lindonas Mara, Moon e Lori, muito bem sim senhor, gostei de saber o vosso konceito de amizade.
miguxa Isa eu não fugia, sou a mais novinha e a de melhor koração, ficava escondida atras de ti...assim o urso talvez se saciasse kontigo e não me atakaxe
ahahahah
jokas
Luana