""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

O meu Pendulo

No meu olhar brilha a chama da vela
tem cor e sabedoria
renova-me e dá-me luz
acendo um incenso de paz
que me decora a alma
e me adoça o coração
o fumo que se enovela no ar
varre e purifica
sopra bons fluidos
na minha mão um pendulo
que oscila lentamente
balança numa vontade própria
.
é força da natureza
.
algo divino e sério
ao trilhar um ponto
procura mundos fora do mundo.
sou energia, sintonia que se adivinha
só vemos o que está no nosso olhar
percorro a estrada da realidade
agradeço as bençãos
e elevo as mãos numa prece.

18 comentários:

Insana disse...

Algo Assim realmente purifica renova.

Bjs
Insana

Sonhadora disse...

minha querida amiga
Adorei o poema, é muito lindo.

beijinhos
Sonhadora

Andradarte disse...

Ao ler este texto, reparei que estava
lendo facilmente...vejo então que
houve mudanças...
Beijo

Chiquinha Menduina disse...

Adorei sua poesia tem um sentido diferente e autero , lindo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Meu blog está na semi-final, obrigada amiga.

beijooo.

legalmente loira... disse...

querida amiga,

percorro a estrada da realidade

agradeço as bençãos

e elevo as mãos numa prece.
que belo.
belissima postagem.
bjos com carinho.

Sônia Silvino disse...

Esse poema já é uma prece de tão lindo, amiga!
Bjkas, muitas!

Meri Pellens disse...

Amiga, como é linda sua alma refletida esse poema! Sou muito feliz por poder chamá-la de amiga. Muito obrigada!
Bjos na alma.

Leandro Ruiz disse...

Que elevemos as nossas mãos em prece... e em louvor ao nosso Senhor eternamente!!!
Abraço de Paz!

Graça Pereira disse...

Parece-me que passou um vento brando por aqui... e a alma aquietou-se em silêncio...
Beijo amigo
Graça

Mara disse...

Lindissimo poema, palavras saídas da alma.

E o novo visual muito primaveril, tambem gostei amiga, acho que andas muito bem disposta e fico muito feliz.
Beijinhos nossos

Maga disse...

Não sei se é oração, não sei se é fala de coração...
Mas sei que o poema é lindo, toca fundo, faz-nos sentir o embalo na alma enquanto se lê.
Obriga
Maga

Mariz disse...

Querida Isa doce amiga

Belo, refrescante, suave, delicado está agora o teu blog.

Orquídeas! - Como não poderia deixar de ser.
Tem graça...não aprecio tanto assim...embora as ache belas. É que, não têm cheiro e as pétalas são mais carnudas... - digamos.

O texto, uma sintonia que brota da tua alma, por entre o cheiro do incenso, o pêndulo, e os seres que te rodeiam enquanto escreves. Ouve-se ainda uma sinfonia que chega ate Lá.

Fica também com o meu amor numa mão cheia de estrelas que vão cintilando enquanto escorregam por entre os meus dedos até encontrarem um lugar onde pousar
Diria que no teu coração.

Deixo beijos ternos num abraço eterno
Sempre...
Mariz

Bloguinho da Zizi disse...

Lindo, lindo, lindo, teu portal encanta.
Querida Maysha, já passaste pelo dias das mães aí, mas agora é nossa vez aqui do outro lado do planeta.
Venho te desejar, como mãe, não um bom dia das mães, mas desejar que tenhas todas as bençãos que uma mãe é merecedora. Que a saudade do teu coração se abrande assim como a minha. E que tenhamos o merecimento de estar com elas um dia.
beijinhos

Multiolhares disse...

Deveria meditar maio do que faço actualmente, mas esses instantes em que nos conectamos com os espaços superiores, a leveza entra em nós
beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

Belíssimo!
beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Profissão Mãe.


Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
Ela hesitou, sem saber como se classificar.

"O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
"Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

"Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

"Qual é a sua ocupação?" perguntou.
Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

"Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
Senti-me triunfante!

Maternidade... que carreira gloriosa!

Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

(Marcelo Dias).

beijooo.

legalmente loira... disse...

desejo um
domingo muito feliz, com amor e paz no coração
Bjo carinhoso.

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do CÉU
E apenas menor que Deus.
(Mário Quintana)
vc é muito especial