""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Porque?

Perguntei-te entre lágrimas: Porquê? Porque tem de ser assim? Silencio. Como sempre não obtive resposta. Náo entendo... se me amas, se te amo, porque tanta distancia, tanto misterio. O que escondes?que segredo inconfessável guardas para ti, só para ti?Porquê? Disseste-me um dia que Deus tem estado afastado de ti, que é pensando em mim que o dizes. Não é verdade. Não é Deus que se afasta, és tu que te afastas, que me afastas. Penso que Deus tambem não me ouve.Peço-lhe diariamente que me ajude a esquecer-te...mas Ele não me ouve. Respondeste-me que então nesse particular te ouve a ti. Dizes que so tens o teu amor para me dar...que sabes que é pouco, muito pouco. E eu pergunto mais uma vez: porquê? porquê? porquê? Ouço o grito do meu pensamento...ou será o teu? És um veneno no meu sangue, o sol dos meus dias, a lua das minhas noites, és a mimha vida. És tu, és tudo... Nas asas do vento, no bater das ondas, em cada canto, na minha imaginação, no meu coração, ouço a tua voz que me sussura...ternura adoro-te...

2 comentários:

VÓNY FERREIRA disse...

Belo texto, repleto de amor e alguma angústia.
Quem ama nunca desiste de sonhar, por isso.. há que acreditar no sonho.
Vóny Ferreira

Gui disse...

Quanta tristeza, minha amiga.
Mas como diz o poeta "o sonho comanda a vida".
Um abraço
Gui