""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Wahine diz

Falo-te de açucenas brancas da vida da cor do mar do perfume dos prados Falo-te de um sorriso de criança das flores e dos bosques Falo-te do tempo que urge e nos falta Da vida por viver Falo-te Do amor e da paixão vertigem ensolarada Falo-te do mundo lá fora que teima em fugir Falo-te da amizade adiada presente de vida por acontecer Falo-te da luz do soldas trevas da noite Falo-te da lua de das estrelas da sua longinqua distancia Falo-te de uma gota de orvalho no seu mundo infimo Falo-te dos pássaros e do seu canto hinos de vida acontecendo falo-te de tudo isto Porque o tempo não tem tempo Falo-te simplesmente em viver! Enquanto é tempo. (Wahine)

1 comentário:

VÓNY FERREIRA disse...

Que bonito amiga!
O teu poema é mais um bonito momento de inspiração que (forçosamente) ter+a que continuar porque certamente muito mais poesia estará dentro do tua alma à espera de germinar.
Parabéns!
Vóny Ferreira