""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

As sem-razões do amor

Eu te amo porque te amo, Não precisas ser amante,e nem sempre sabes sê-lo. Eu te amo porque te amo. Amor é estado de graça e com amor não se paga. Amor é dado de graça,é semeado no vento,na cachoeira, no eclipse. Amor foge a dicionáriose a regulamentos vários. Eu te amo porque não amo bastante ou demais a mim. Porque amor não se troca,não se conjuga nem se ama. Porque amor é amor a nada,feliz e forte em si mesmo. Amor é primo da morte,e da morte vencedor, por mais que o matem (e matam)a cada instante de amor. Carlos Drummond de Andrade

7 comentários:

Chirifulfly disse...

Drummond, sempre doce de ler!

Dennys Reys disse...

O amor não se dá por obrigação é escolha divina de se dar pelo irmão.

Sonia Schmorantz disse...

Acredite que sua semana vai ser muito feliz,
que todos os dias o céu tem uma nova cor
e que o Universo conspira a seu favor,
sempre que você assim o quiser.
Assim que seus olhos avistarem o sol pela manhã
lembre-se que este novo dia está por ser escrito
e pode ser sempre um dia feliz,
se você se permitir assim...

Xana disse...

O amor tem uma lista infindável para se explicar...é um sentimento muito complicado, não há uma só palavra para explicar o que é o amor, por isso é melhor dizer mesmo.
Eu amo-te porque sim :)

beijinho e boa semana cheia de amor

Palavras de Osho disse...

Tudo na vida não precisa ser explicado. Não temos responsabilidade de explicar coisa alguma a alguém.

Tudo o que é profundo é sempre inexplicável. Aquilo que você pode explicar será muito superficial. Há coisas que você não pode explicar.

Se você se apaixonar por uma pessoa, de que modo você pode explicar como se apaixonou? Seja qual for a resposta, soará estúpida: por causa de seu nariz, da sua face, da sua voz. Todas essas coisas não parecerão dignas de ser mencionadas, mas existe algo na pessoa... Essas coisas podem ser parte do motivo pelo qual você ama a pessoa, mas esse "algo" é maior que tudo. Esse algo é mais que o total.

Mariz disse...

Salvé!
Que estranho silêncio...
em todo o caso, assino em baixo quanto a este poema.
Em relação ao mail...eu não pedi nada, perguntei, apenas.
abraço de sempre
Mariz

Sininho disse...

Amor nao morre!

Um beijo eterno*
(Como eterna sua acompanhante - eu!)