""Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King

Minha carteira, minha heroína!

,
Pois é...
Esta manhã, enquanto mudava os (imensos) objectos de uma mala para outra, reparei na minha carteira.
Coitada, estava a abarrotar pelas costuras.
A minha carteira é mesmo uma heroina.
Lá dentro cabe toda a minha vida, desde o bilhete de identidade, carta de condução, passando pelo cartão de identificação fiscal ao cartão de eleitor, o cartão galp, o do multibanco, o de crédito, o do serviço de saude,o desta loja e de mais aquela e de mais outra ainda.
Noutro compartimento, um bocado a monte, facturas, talões do multibanco, pedaços de papeis com anotações que já nem sei o que querem dizer.
Noutro ainda as fotos dos filhos, das noras, dos netos, pequenos bilhetinhos que os meus filhos me escreviam em crianças e que guardo religiosamente. Mais uma medalhinha que uma amiga me trouxe de Fátima, mais um buda em miniatura que já nem sei como lá foi parar, a bruxinha da sorte que uma outra amiga me ofereceu, com a recomendação de a trazer sempre comigo, e ainda um crucifixo que era da minha avó.
Num outro compartimento as (poucas) notas e para finalizar mais um onde transporto uma infinidade de moedas, o que faz da minha carteira uma obesa mórbida.
Por isso mesmo, deixo esta homenagem à minha carteira, minha heroína!

12 comentários:

Andradarte disse...

Que essa heroína se porte como
tal e aumente o espaço para as notas....
Beijo

Xana disse...

Podes crer a minha já nem fecha hehehehe, coitadas , já mereciam um post em sua homenagem.

beijinhos

luar de agosto disse...

eheh parecia que estava a ver a descrição da minha carteira LOL
Boa miga pela homenagem a todas as carteiras femininas
Beijos de luar

Mara disse...

Que bom a minha amiga já recuperou a boa disposição e volta com bela homenagem, acho que te vou seguir o exemplo e vou homenagear tb a minha, coitada tb esta preste a rebentar com tanta tralha.
Beijo querida e viva a alegria
Mara

Mariz disse...

Querida!
O que eu me ri com tudo o que a tua carteira de fala, sem som! Coitada!
Fez-me lembrar as que tinha mas quando decidi não ter nada - depois já do esforço de mentalização que assim deveria ser - hoje trago apenas o cartão da ADSE que me dá acesso aos hospitais do Estado e desconto nos exames médicos e medicamentos...uma trêta que não dá para nada; mais o cartão multibanco e o Ímpar da Caixa - que é Banco(srsr); e para te pasmares ainda o das Finanças e as moedas. De Eleitor não tenho porque desde 1979 que não votei mais até hoje. Cansei do que vi e ouvi e porque não confio em ninguém mais - porque são sempre os mesmos...quando estão n o Governo nunca fazem aquilo que propôem aquando na oposição. Enfim...uma xaxada!
Depois trago noutra carteira também da tal Caixa, armada em Banco, onde obrigatóriamente me depositam a minha reforma - gorda, qual reforma da mesma instituição - mais o bilhete de identidade e o da Presidência do Conselho de Ministros - para alguma eventualidade; estou sempre afecta ao Estado até morrer!
Portanto não atafulho a minha carteira porque não tenho nada para "consumir"!
Mas penso que bem podias dividir esses males de colesterol para que ela não ficasse tão anafada.
Quanto ao meu post, não sei se te retrataste lá, quando referi os outros M. no tocante aos mails e telefonemas!
Venho devagarinho dizer olá a todos/as amigos/as. Porque já são muitas pessoas. Nem sei quem me "segue"...só alguns é que comento quase desde que apareceu aquela moldura com todas as faces!
Sabes uma coisa? Não sei se isso acontece contigo, até porque não me lembro de ouvir música no teu blog. MAs coloquei um trecho agora no meu e aquilo apenas toca 1m e tinha capacidade para 7m. Saberás do que se passa? Tenho a sensação que este blogspot já há muito que nos anda a pregar partidas!
Deixo-te uma grande beijoca e depois vê se me contas a sério, o que vens sentindo depois daquele exercício. MAs isso ainda está muito fresco! Lembra-te que as "sombras" não te vão deixar cantar vitória assim tão cedo! Hão-de marterizar-te, a partir da mente - óbvio - até perceberem que tu és mais forte porque é em ti que reside a LUZ! Portanto se fosse a ti, não embadeirava em arco tão depressa! Escuta o que te digo por experiência própria e olha que eu tive a ajuda dos Florais de Bach que actuam nos corpos subtis e só depois passa para o físico. Porque não experimentas? Não têm efeitos secundários, podem ser ministrados com outros medicamentos caso seja necessário, são inodoros e não têm sabor também! Quantas mais vezes tomares mais depressa te curas de todos os males! MAs para isso é necessário disciplina e vontade, misturadas com um pouco de coragem e não ligar ao que se ouve cá dentro!
Deixo-te o meu coração
Sempre..
MAriz

Moon disse...

Porque será que as carteiras das mulheres andam sempre nesse estado lastimoso?
agora só falta mesmo o espaço das notas aumentar, as notas não o espaço
Beijo
Moon

Gui disse...

Ainda bem que sou do sexo masculino...
Abraços
Gui

Maria Emília disse...

A sua carteira é mesmo uma heroína e a Isa também é uma heroína por carregar todo esse peso.
Em tempos passei uns meses no Brasil, me desculpem as amigas do Brasil se digo alguma coisa que possa ofender mas, foi o que aconteceu e avisaram-me: não traga nada que possa atrair a atenção do ladrão. Então eu trazia uma simples cópia do passaporte no bolso e umas poucas moedas. Nem relógio sequer. Quando voltei percebi que toda aquela bagagem que carregava todos os dias não me fazia falta nenhuma e só servia para me fazer mal às costas com o peso da carteira. Agora ando de mãos a abanar. Ás vezes levo uma pequena carteira vazia.
Um abraço,
Maria Emília

lili laranjo disse...

Vim agradecer a visita e deixar...



O riso e o sorriso


O riso e o sorriso
A flor e a pétala
As palavras são palavras
Que suavizam o pensamento...

No reverso da medalha
A medalha no reverso
As palavras são palavras
E servem para suavizar...


Lili Laranjo

Prof. Israel Lima disse...

Estou seguindo este blog.
Muito legal, gostei do que vi e li.
Parabéns!!!

Este espaço é maravilhoso.

Virei outras vezes!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.

(Charles Chaplin)

Hoje passando para desejar um final de semana com muito amor e carinho.
Abraços do amigo Eduardo Poisl.

PAULA disse...

Que linda historia, ... acerca da tua heroína, a carteira... hehehehe. Carteira sofre!!!! beijokinhas amiga